10177444_633550066764088_4129869347211450487_n
põe orde

 

oi,

 

aqui quem vos fala é….?

 

tcharam! eu.

 

então, o novo cpc não adotará expressamente as chamadas “condições da ação”.

 

ta aí uma constatação que mudou minha vida, a sua não?

 

sim mudou, porque só quem manja dos paranaue, só quem fez faculdade de direito, vai entender o porque isso é relevante.

 

o fato é que a nova codificação romperá com concepções doutrinárias, focando exatamente no efeito prático dos atos processuais e os delineando.

 

tá, ótimo assunto pra uma madruga né?

 

segue o link do professor medina, que trata de maneira confortável sobre a temática: http://www.conjur.com.br/2014-ago-25/cpc-nao-adotar-conceito-condicoes-acao

 

bom,

 

10616228_633550403430721_6503726326803407632_n

 

depois dessa brevíssima consideração legalista, gostaria eu de tratar de 2 temas que vira e mexe me aparecem: o racismo (contra preto, óbvio) e a sociedade de aparências na qual vivemos – aliás, por ela, deveria eu retirar o “preto” dali.

 

 

eu tava assistindo o jogo do glorioso peixão, quando o aranha goleiro – que é calmo pra cacete – revoltou com algo e os caras da sportv nem sacaram.

 

ele pediu pro cara da camera virar ela do campo rumo aos caras que imitavam um macaco e o cara NAO VIROU A PORRA DA CAMERA affu.

 

bom, em resumo: no final do jogo ele disse “isso dói, dói”. e realmente doeu em mim. cara doeu! como assim? sou branco mas eu fiquei muuuito pra baixo com tudo isso.

 

não vou comentar a questão da patrícia, muito menos a pena de expulsão do grêmio do campeonato. porquê quem conversar comigo sobre o assunto saberá, se já não souber, qual minha opinião.

 

mas o fato é: um branco, realmente quase chorando, por uma causa de negro? sim, é possível.

 

10427256_692532747490259_4478696837572758433_n

 

pra finalizar e não encher o saco: mundo das aparências. eu sei que voltemeia eu falo disso aqui. falo memu!

 

eu não posso dizer que não obedeço ao que a sociedade humana me pede, é necessário. eu sim posso agir pelo que geral quer ou acha conveniente, afinal caso contrário seria difícil a convivência entre nós.

 

mas alto la! eu tenho minha forte dose de loucura, suficiente para não respeitar grande parte desses padrões.

 

não respeitar em certas escolhas, em agir como quer e não como “deveria ser para não ser feio, deselegante ou condizente com o seu status social”. meu amigo, o status é meu! eu soco ele na gaveta que eu quiser!

 

espero ter ajudado a você, meu querido diário e meu amigo imaginário, a desvendar os mistérios desses três assuntos da videoaula de hoje. e até o próximo “como passar em concurso!”.

 

AHAUHAUHAUHE

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s