oi,

hoje é dia 22 de junho de 2015, uma noite “fresca” de segunda.

não escrevo para que alguém leia (a menos que for uma carta).

escrevo porque já faço isso num caderno. também porque falar demanda um bom ouvinte, qualidade que eu tento desenvolver.

como ser humano (que sou ! (?)), egoísta, gostaria mesmo que alguém lesse isso.

lógico.

o que o egoísta quer?

que se importem com ele.

que o entendam.

que, verdadeira e sinceramente, compartilhem do seu pensar.

“Ouvindo, pois, três amigos de Jó todo este mal que tinha vindo sobre ele, vieram cada um do seu lugar: Elifaz o temanita, e Bildade o suíta, e Zofar o naamatita; e combinaram condoer-se dele, para o consolarem.

E, levantando de longe os seus olhos, não o conheceram; e levantaram a sua voz e choraram, e rasgaram cada um o seu manto, e sobre as suas cabeças lançaram pó ao ar.

E assentaram-se com ele na terra, sete dias e sete noites; e nenhum lhe dizia palavra alguma, porque viam que a dor era muito grande”.

(Jó 2:11-13)

enfim.

smooth_criminal_and_background_by_bowtie_designs-d9098nb

[hoje já é sexta, 26]

tivemos a honra de uma palestra/movimento pela ética.

frisar que o problema do errado, do antiético não é só do estado e de suas autoridades.

[——–>>>>> haaaja redação]

– mas, para não perder o foco outra vez, voltemos:

o porquê resolvi escrever sobre qualidade de vida? por que realmente, ter qualidade de vida seja viver.

pensa comigo,

ter qualidade de vida, em primeiro lugar, é ter acesso aos bens culturais, o que demanda dinheiro.

portanto, ter qualidade de vida é possuir algo que ao menos nos dê o básico.

hipocrisia dizer que não.

precisamos sim de dinheiro, para trocas.

mas precisamos também de tempo, para fazer coisas.

logo, na equação da vida temos: tempo + dinheiro.

esse post não sobre como ganhar dinheiro, é sobre o outro fator.

[hoje, 07 de julho]

até porque, se fosse sobre “como ganhar dinheiro” eu seria um bilionário…

isso não confere, né produção? (à toda evidência HAUAHUEHE).

quando nós nos dedicamos a pintar um quadro, o mundo todo não mais nos importa.

somente aquela moldura.

somente aquele traço e aquelas tintas.

 agora, se assumo a responsabilidade de entregar outro quadro, se pego outro quadro para pintar…

certamente que não ficará tão bom o primeiro, ou, caso contrário, terei que correr contra o tempo para poder caprichar.

o capricho, que antes era algo intrínseco ao próprio ato de pintar, passa a sair às minhas custas.

minha “potência de agir” seria toda colocada nisso, de maneira descomunal.

………

isso quer dizer que sou contra o cansaço? todo mundo que chega cansado em casa, na verdade, está pelo caminho errado?

não, necessariamente.

……….

 mas entender o seu ritmo e entender o ritmo da vida, isso sim, é S A B E D O R I A

o pior dos males é se tornar velho, antes de se tornar sábio.

o tempo faz o velho, mas não faz o sábio.

não necessariamente…

eu não posso ser, não sou e nunca vou ser – muito menos pretendo – exemplo algum de sabedoria.

mas tamoae na atividade!

fonte: http://www.deviantart.com/art/Reforestation-543746649
fonte: http://www.deviantart.com/art/Reforestation-543746649
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s