(500) dias com ela

[entrada de texto de número 192]

>oi sou eu, pode acreditar

>vou usar um conhecido status de whatsapp meu “mas é que hoje é um dia triste, nublado, cinza”

IMG_1319

>não, não é hoje o tal dia triste… hoje é um dia classificado nos periódicos como “normal”.

>tão normal quanto a luz do dia, tão normal como o fato de que fico vários meses ou várias semanas sem escrever nada aqui.

>ah… quanto ao filme que tem a honra de estar no título dessa postagem – afinal de contas não são muitos que conseguem a proeza – recomendo que não assista.

>recomendo muito mais que seja como eu, o evite. recomendo que tenha contato com uma música qualquer de sua trilha sonora, e quando faça o download apareça lá 500 days of summer.

>agora são 02h08min da terça dia 02 de maio

>recomendo mais ainda, se vc me permitir, que seja a seguinte música a primeira a te apresentar o filme: <<Please, Please, Please, Let Me Get What I Want>>

>pq a obra cinematográfica é, antes de tudo, uma experiencia e, como algo que se experimenta, tomara eu que vc não coma primeiro logo a parte menos bacana do bolo

>brincadeira, vc comece como quiser. se quiser ligar agora o filme num site pirata, que o faça. mas foi como se eu namorasse o filme, ao ouvir aquela primeira música pela primeira vez.

>quando se ouve algo gostoso pela primeira vez, só naquele instante, que é finito e pequenino, de perdimento da virgindade, é mágico!

>enfim

>depois, quando vi o começo do filme pela primeira vez depois de um intervalo de anos entre a música e a película… depois de o rejeitá-la inconscientemente, de não procurá-la ver… me ganha o coração com uma mulher chamada regina spektor.

>vc não vai saber, oh leitor anonimo e escondido, imaginário. vc não vai saber – nem tem como saber – que tenho o cd inteiro da regina baixado independentemente da trilha desse 500 dias de não sei oque… não saberia nunca o quanto gosto de ouvir a primeira dela e PORRA tinha duas!

>e a segunda, meu amigo, rasga o coração de qualquer mulher libriana, que dirá de um homem com espírito de corno ou com a cabeça nas nuvens

>Ah então vc vai chover no molhado e falar de toda a maravilhosa e aclamada e amada e aplaudida e foda e totalmente famosinha trilha sonora desse filme? pífio.

>não, não conheço toda a trilha, não a tenho baixada – ao contrário de a trilha indiada-americana de quem quer ser um milionário. não me interessa essa porra dessa trilha sonora, me interessa essas músicas de início, que me abriram a alma para o roteiro e a fotografia.

>recomendei que não visse o filme. mas se lhe aprouver assistir, se assim lhe apetece, vai lá. assista pq ele, assim como pulp fiction, é não-linear.

18194773_1162126597266847_8937805855777353982_n

>essa foi uma imagem aleatória que uma das páginas do face me sugeriu, olha que loucura.

>o filme conta a história e bla bla bla bla – não ler resenhas de filme, não contar o roteiro, isso deixa a magia de perder a virgindade do filme acontecer.

Anúncios

sia com o clipe elastic heart (e chandelier)

olá!

como vão esses pequenos gafanhotos nessa linda noite de segunda?

não é nada linda.

bom, resolvi escrever. o certo seria escrever numa folha de papel, reciclado, à caneta.

depois digitar o resultado.

ou senão escrever numa clássica e rara máquina de escrever… não podendo errar.

mas enfim.

a um tempo atrás ouvi “elastic heart” e fiquei impressionado com a batida e o refrão.

voltei hoje, sexta, a escrever aquilo que deixei parado e salvo como rascunho na segunda.

meu deus do céu como demorei!

enfim,

a primeira música do cd da sia “1000 forms of fear” que ouvi foi “elastic heart”, por uma playlist do spotify.

tava tocando aleatoriamente quando de repente ela caiu para que eu ouvisse e eu gostei muito daquele som.

foi quando publiquei uma foto no instagram, realmente eu estava viciado naquela música.

e olha que não tinha visto mais nada a respeito…

depois eu vi o clipe de elastic heart, com o famosão lá de transformers shia e a maddie, a bailarina de um famoso programa de tv.

acusaram esse clipe de apologia ao crime, qual seja, pedofilia, tendo em vista a idade da pequena maddie e o estilo brutamontes de shia (barbudo e só de cueca pa..).

labeouf

cada uma que me aparece..

a questão é que sia, a cantora, escolheu a dedo o ator em questão por gostar muito de seu atuar, bem como porque os dois juntos representariam os 2 lados obscuros da cantora.

pra mim a bailarina era como se fosse a consciência do ator, lhe perturbando todo o tempo.

ora lhe deixa com medo, sem saber do desconhecido. ora lhe deixa bravo querendo brigar. ora lhe deixa feliz.

no final, o ator se sente preso na jaula, não podendo seguir a bailarina.

qual seria o significado da obra como um todo? (música + clipe).

tirem suas próprias conclusões HAUAHUAHE

 DEPOIS de ver o clipe e tals é que vi um post na internet com o seguinte título:

“ELASTIC HEART NUNCA SERÁ COMO CHANDELIER”.

maddie-zeigler-elle-olivia-bee-feature

bom, aí fui ver o clipe de chandelier, mó sucesso no mundo inteiro e o que verdadeiramente projetou sia para as paradas da billboard etc., bem como que interligou de maneira aparentemente eterna a cantora à pequena maddie.

realmente, um belo clipe, com coreografia bem marcada. pode-se ver em outras apresentações em palco que a coreografia tem traços bem peculiares, próprios, e pontos claros que qualquer um que conheça o clipe irá identificar.

porém o que me impressiona é a música em si.

a música é bem superior ao clipe. a cantora, realmente, não precisa mostrar o rosto, bem como ter performance de palco, com uma música dessas…

já viu falar em acertar em cheio? foi chandelier na carreira de sia.

resolvi escrever esse post porque razões então caralhos?????

Maddie-Ziegler-talks-dancing-with-Shia-LaBeouf-for-Sia

porque discordo frontalmente com aquele post dizendo que elastic heart é mera cópia, sequência, uma coisa banal, nunca chegando a desamarrar as sandálias de chandelier.

em verdade em verdade vos digo HAUAHE

tem cada uma das músicas/clipe uma pegada diferente.

pra quem gosta de pop isso é ótemo, pra não cair numa mesmisse e tal.

ouvindo o cd todo (1000 forms of fear), chandelier é a música que abre. portanto, nada mais justo que fosse o single de lançamento e impressionasse tanto o mundo.

elastic heart, se não me engano, é apenas a sétima faixa do disco, totalmente despropositada, sem querer impressionar ninguém.

de tal modo que era apenas uma forma de se expressar de sia, querendo fazer o seu clipe, da forma que lhe aprouvesse, trazendo labeouf no figurino que ela sempre idealizou.

aliás, nos bastidores do clipe se vê a mão sempre presente de sia, junto com o coreógrafo (chupa para quem diz que não há em elastic heart compasso) e o diretor.

bom………..

agora em abril, sia lançou novo clipe, dessa vez de “big girls cry”, também com a boa e velha menininha do cabelinho branco (alias nas premireres as duas aparecem com aquela vassoura branca na cabeça).

não irei tecer comentários acerca desse novo clipe, apenas ressaltar que trata-se de forte parceria entre as duas – logo, qualquer tonto irá dizer que cansou, que é repetição, sequência, etc. e tal.

assim, partindo-se do mesmo princípio, elastic heart não pretendeu sequenciar ou copiar chandelier, até por se passar em outro ambiente e ter a figura de um outro ator etc.

nada mais havendo a ser tratado, encerrou-se a presente que, lida e conferida, vai assinada pelas partes em 3 vias de igual teor AHUAHAUHE

até mais ver 😉

eu tenho fé, 1997

Hoje é dia 17 de Novembro de 2014!

O ano simplesmente passou, de modo supreendentemente rápido!

Mas ahá! eu já fiz um fodendo post sobre isso! obrigado..

I’m all out of faith
This is how I feel
I’m cold and I am shamed
Bound and broken on the floor
You’re a little late
I’m already torn
Torn

nesse clima nostálgico (1997), rsrsr, andei pensando sobre bavarias coisas..

uma delas é a minha fé.

esse ano umas 3 pessoas me perguntaram se sou ateu, caramba eu tenho cara disso? rsr

10750315_942801139080737_540785269347024076_o

a verdade é que, confesso, leio sobre religião, ateísmo e outras questões..

minhas redes sociais também não são santas, porque não devo responder à determinadas amarras sociais.. enfim

mas sim, cara pálida, eu acredito em deus, um deus cristão, segundo a doutrina católica.

Outra coisa, e apenas pra finalizar, constato que me acostumei em dar aulas, por estes altos salários e variados elogios!

10805567_813641955391022_5691042550588365241_n

2014 de muitas emoções

estamos cá em outubro,

quem ganhou dinheiro ganhou, quem não ganhou não adianta fazer as mesmas promessas no último dia..

esse ano tivemos uma megasuperfaturada copa, como nosso maior orgulho que foi uma goleada.

também tivemos uma eleição em que os candidatos estão ricos, enquanto vizinhos não se falam mais HAHAHAHA

tá, eu sei que o ano não acabou.. mas uma conclusão cheguei:

o ser humano não está pronto ainda para tanta tecnologia

1. vai no show e só se preocupa em filmar, foda-se o verbo “aproveitar”

2. a maldita selfie, que amamos tanto.

3. a praticidade de mudar tudo através de boas postagens no facebook.

meu desejo verdadeiro para 2015 é que nós todos possamos evoluir nesse quesito (parece dia de apuração do carnaval haha)..

e que nesses meses que ainda faltam para o tchau a 2014 a galera volte a se ver e beber junto, porque, afinal, quem ganhou dinheiro ou fez algo de útil já fez… já ganhou, pára!

marketing jurídico e PODER POWER da música

 

 

lorde-hayley-williams-alex-metric-buzzcut-season-stay-the-night-big-boi-2014-bvnny-mash-up-download

boa noooite!

 

JÁ DISSE – odeio esses corretores automáticos que escrevo “noooite” e com apenas 2 “o” e ele automaticamente corrige para “noite”.

 

¬¬

 

vontade de morrer, mesmo! feladaputa!

56th GRAMMY Awards - Show

estoy aqui de volta ao meu querido estimado blog! UUUUULHUULLZ nem querdito num trem desse!

meu último post foi no milênio passado, mas tamoae!

não que eu não tenha tido várias idéias, várias vontades e disposição para escrever aqui… houve só um natural atropelo de coisas. coisas e mais coisas pelo caminho.

b5664d26680f11e38d1b0ee9a8a98a2c_8

E HOJE… mesmo tendo zilhões de coisas pra fazer, coisas legais até, vim perder meu tempo aqui! é isso aí! isso aí mesmo! rsr

vai lá Guerrero! ………..>>>> POIS BEM, estou aqui pra dizer que estou vivo e fiz um curso de 4 dias no final de março \o/

a intenção era ter umas noções melhores de planejamento e marketing na área de escritórios de advocacia, tanto que foi a trupe inteira… é mas no geral somente 2 dias foram mais úteis.

Negócio que eu sempre digo e desta vez constatei, necessário realmente planejar o escritório para além dos prazos e processos, além de buscar chamar a galera a conhecer a qualidade do serviço.. FOI BOM, em resumo.

advogado folgado-640x360_thumb[4]

pode passar de uma merda pequena pra uma merda muito grande“, é PC, crescer não é interessante kkkkk

……………………………xxx………………….xxx…………………………….

Hoje baixei o último CD da cantora Lorde, aquela que fica um dragão de feia às vezes, mas é bom! POP, coisa de gay que eu gosto… fazer o que ne

Incrível como um dia merda pode melhorar com umas músicas.. etc e tal!

como estou?

alguém se pergunta como estou? alguém aí.. sim meu pai me ligou hoje, quis saber, disse estar preocupado sempre.. como sempre, que bom….

além disso, por mais que pense que não, vc sabe muito bem que sinto saudade..

saudade.. mas saudade de quem vc era, não do que tem se tornado, saudade de como vc era, não mais do que fala em dias atuais.

lollapalooza-2014 muse-lollapalooza-brasil-2014-34

MUSE NO LOLAAAAAA =)

enfim, poderia escrever algo jurídico? opa, vamos lá.. numa próxima quem sabe..

mas hoje, 2 horas da manhã…

Sem título

apenas queria ouvir uma música e ver como a banda está passando, como está indo minha vida, como ela flui…

vi um barbudo andando por vielas… pode se dizer feliz apesar de tudo

simplesmente porque aceitei jesus na minha vida porque não carrego todo o peso de cobrança social sobre minhas costas..

1533752_279749492199059_8401677601210714089_n

boa notche!

 

post de madrugada – cadê vc meu fio? [human, the killers]

escrever

10 de janeiro, 0h52min,

oii!

só pode ser extrema preguiça e o desejo de confrontar os parâmetros sociais, eis me aqui novamente 01h12min.

não que faça bem pro meu corpo, mas pode ser que faça à mente. faz nada!

13 de janeiro, 23h28min,

160 vídeos na playlist, 160 porta dos fundos.

já disse que acho dormir uma perda ou perca ou perda ou perca de tempo?

eu apenas apago, é.. é mesmo, e pago. queria tanto ver o sol nascer? porque ele não me avisa e quando eu acordo ele já nasceu?

vi uma reportagem sobre disciplina em sala de aula, dizendo que feliz ou infelizmente o ambiente super flexível não é fértil…

regra geral! diz que é, pelo amooor de deus diz que existem exceções e que eu possa ser uma delas!!!! diz?

diz que havendo prazer, havendo alegria, havendo intimidade de cada um com o conhecimento ele vem na balbúrdia? por f a v o r r r r…

me vejo crendo na possível evolução, mesmo que eu procure deixar confortável o dia da minha aula.

no entanto, como bem falava a reportagem… a minha liberdade termina quando começa a liberdade do outro, que está achando bacana aprender e está querendo ouvir e pensar.

eu não gosto da palavra disciplina, gosto da palavra calma… com calma, tudo com calma.

velho, não era isso que queria falar quando peguei pra postar, puutz.

queria muito falar sobre trairagem, queria falar sobre as mulecage, queria falar sobre as brincanage… rs

queria falar de tanta coisa, queria ouvir.. queria ouvir tbm! ouvir o que tem a dizer!

a sociedade é tão legal, mas tão legal! as pessoas passam com seus carrinhos de ostentação. dizem bom dia dizem boa tarde. não se falam. amigos de longa data não se falam, celulares não marcam mais encontros, não se encontra mais ninguém sem querer. o que há é um jogo de poder.

todos tem uma parcela de poder, eu tenho a minha vc tem a sua, quem não tem o poder que quer continua querendo, por mínimo que seja o fiapo dele. quando se fala que poucos são amigos de verdade, vulgarizamos o termo “verdade”.

“A porta da verdade estava aberta, mas só deixava passar meia pessoa de cada vez.

Assim não era possível atingir toda a verdade, porque a meia pessoa que entrava só trazia o perfil de meia verdade. E sua segunda metade voltava igualmente com meio perfil. E os meios perfis não coincidiam.

Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta. Chegaram ao lugar luminoso onde a verdade esplendia seus fogos. Era dividida em metades diferentes uma da outra.

Chegou-se a discutir qual a metade mais bela. Nenhuma das duas era totalmente bela. E carecia optar. Cada um optou conforme seu capricho, sua ilusão, sua miopia.”

– Carlão.

http://www.youtube.com/watch?v=fV4DiAyExN0

queria poder ouvir com calma tanta gente, sabe? saber bem mais do que eu nelas vejo, ouvir seus medos, entender seus sonhos. se divertir talvez já nos divertimos, rir já rimos, muitas brigas foram causadas. mal entendidos, ciladas, armadilhas tudo isso existiu, mas alguma razão houve, alguma coisa há que não foi falada, muito menos ouvida, coisas que se fala com gestos.

nunca terei esta oportunidade, nunca uma escolha se poderá se desfazer. mas também, pudera, sempre estive aqui também e ninguém, ninguém, ou quase ninguém pra não ser injusto com alguém que não me lembro, ninguém quis me ouvir a fundo também.

o mundo gira e não nos avisam quando nascemos, espero que faça sentido periodicamente, que possa olhar pra trás e entender o que foi aquilo que ocorreu.

e olha, sinceramente, me desejaram um feliz ano novo! tentaram dizer “no geraaal” né.. no geral, um feliz e feliz ano. novo ano, com novos 12 meses, prontos para fazer tudo diferente, do mesmo jeitinho.

 

 

 

 

 

 

 

 

seja lá por que deus quer, mas estou muito triste às 01h35min.

#MORTO -> final de Sexta e um Blog quase parando haha

olááá

 

cá estou eu!

FONE DE OUVIDO

a um tempo é isto que tenho ouvido:

  • muse, madness e supremacy (live 2013);
  • jessie j, thunder e wild;
  • avicii, make me up;
  • alicia, feat minaj em girl on fire
  • pink, feat nate, just give me a reason;
  • kelly clarkson, tie it up;
  • selena gomez, slow down.

 

 

music

bom, pensando em “música” kkk (aspas só pra sacanear)..

vou começar a recitar um poema, o título dele é “como a exponav mudou minha vida“.. rs ♠♣♥♦

estive olhando minha agenda da semana que vem, que tenho que montar amanhã cedo, porra 13 páginas! deve ser tudo assim:

11-11: comeeeer

11-11, às 15h: descansar e comer

12-11, 19h35: descansar

13-11: dormir e fazer nada

13-11, almoço: dormir

hahaHAHAHAHA não!

música, vida particular e outras elucubrações

DESTAQUES-casosfb1

Oi, ó eu aqui de novo! Só pode ser, já que não existe um outro editor e não pago funcionário para escrever aqui.

Vim hoje deixar alguns vídeos para quem quiser dar uma distraída, vai lá:

1) Rodada do Brasileirão, para quem não tem saco:

2) Momento nostalgia, que formou meu caráter e fez esse meu jeitinho de ser:

3) Supremacy, assista em HD por favor.

2

Não vou cair nessa non =)

Pauta 2 (kkkk): Sempre fui adepto ao funcionalismo, a idéia de que o ser humano é 100% livre, desde que ele cumpra com suas obrigações profissionais que assumiu.

É dizer, jornada de trabalho, vínculo fixo, servidor público é muito legal muito bacana, mas acho que o mesmo trabalho pode ser feito, com inclusive mais eficiência, independente da tão propalada jornada de 8 horas por dia.

Você sabe o que são 8 horas? é muito tempo para quem quer o resultado e o sucesso e é pouco tempo para o artista, para o empreendedor, muito pouco tempo para quem quer mais. é, de uma só vez, muito tempo desperdiçado e pouco tempo para o perfeccionista.

Se eu te disser que é possível trabalhar 12 horas por dia como se fosse 4, sem nem notar e sem estresse? É, comece por não se obrigar continuamente nas 8, quando ver os projetos pularão do papel e vc estará extasiado em 15 horas de diversão/trabalho. Quantas vezes tenho que debater isso aqui? Tá……………. eu sou cabeça dura……

Momento legal do dia:

Enfim, hoje abri o wordpress e ele disse: “suas estatísticas estão crescendo, parece que o blog teve mais tráfego do que nunca”.

Pensei, bando de desocupados, rs…

Segue, ali, um link para uma boa leitura: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/

Sei que não é nada erudito…

Penso, inclusive, que muita gente se faz de erudito na internet, mas não tem paciência de 1 página de um livro e não conversa com as pessoas na rua.

Ora, VTC!

1

cd do “the killers”

olá,
estou aqui, cansado após um dia de seletivas na uems, para indicar um bom som…
som este que me surpreendeu!
andei baixando alguns cds e deixando pra sei lá quando ouvi-los..
e um deles cliquei estes dias..
não ouvi direito e não achei nada de mais.
mais esta semana tornei a clicá-lo nos fones, desta vez percebendo a grandeza do trabalho.
grande!
perfeito!
banda: the killers.
cd “battle born”.. IMPONENTE do começo ao fim.
não peço que ouça, suplico que o faça.. sério.
é um som que descansa, que envolve que faz imaginar…
uma boa noite pra vc!

gotye e liberdade de pensamento

 

 01_kimbra01_tamborine

olá amigo imaginário que lê este blog, ou alguém que procurou a palavra “liberdade” no google ou no bing e veio parar aqui por um fatal acidente de percurso!

você só pode estar entediado, no final do expediente, para procurar, ainda mais no bing, uma palavra tão vaga e ampla, é ou não é?

penso que um dia a google inventará um sistema de busca que parta direto do nosso pensamento, algo como uma máquina que entenda o que pensamos e nos dê respostas variadas, um menu. Aí já era nossa liberdade íntima com nossos pensamentos, nossas teorizações, traumas: alguém poderia ver o que se passa em nossa cachola!

aí, no mínimo, o direito penal puniria desde a fase de cogitação! o que seria de chefes ameaçados de morte mentalmente não seria brincadeira!

mas enquanto isso não acontece, estamos utilizando o bom e velho livro, pensando longe, voltando às suas páginas, tornando a viajar no pensamento e no fim concluindo que não entendemos merda nenhuma do que está escrito naquela página.. rsrs ou, talvez, tecendo considerações mentais à pergunta “da onde viemos e para onde vamos?”

uma outra coisa muito legal que inventaram, em algum chuveiro por aí, foi a música! mesmo que seja em russo, ela é simplesmente incrível… vide o sucesso na Romênia da música “ai se eu te pego”!

estes dias, mais ou menos na hora do almoço, vagabundando em alguns canais de tv, apertando o dedo naquela tecla “ch” repetidamente, fui cair numa série de “melhores clipes ou músicas de 2012” e eis que surgiu um cabeludo pelado cantando “somebody i used to know”, quase morrendo nos versos iniciais.

fui lendo a legenda (ahh graças a deus inventaram a legenda! oh glória) e percebendo o encaixe simples e bacana da idéia do autor com a palavra escolhida para seguir a melodia.. de repente começa um refrão forte, um tanto mais alto, incisivo, quase que denunciante, revoltado, indignado, muito direto!

balbuciei algo como: fannnn tásssss tico.

thCAGJIDZW

desde então, atrasado que sou, procurei saber quem era aquele tal de gotye e que raio de música era aquela… me surpreendi com o fato de ter sido esta canção a mais executada em rádios no mundo no ano passado (OMG) e não a musiquinha do coreano..

fiquei viciado… procurei vários vídeos no youtube e outros, principalmente ao vivo, queria ver Kimbra… gostei da idéia passada pela música, sua letra, sua dramaticidade… entendi o porquê do sucesso.

fazia tempo que não encafifava com uma música assim: aconteceu com “we are broken” do paramore, “i not your toy” do la roux, “taking pictures of you” do the kooks, “please, please, please, let me get what i want” do the smiths, “houdini” da foster the people, “manhattan” da kol, “too late to talk” do mystery jets” entre tantas outras…

desta vez encafifei feito… sem uma razão aparente: aquele som me surpreendeu, me assustou e depois acalmou minha alma num quase sono.

veja o clipe original com legendas e uma versão ao vivo, se quiser…

gotye-kimbra_aap