eu tenho fé, 1997

Hoje é dia 17 de Novembro de 2014!

O ano simplesmente passou, de modo supreendentemente rápido!

Mas ahá! eu já fiz um fodendo post sobre isso! obrigado..

I’m all out of faith
This is how I feel
I’m cold and I am shamed
Bound and broken on the floor
You’re a little late
I’m already torn
Torn

nesse clima nostálgico (1997), rsrsr, andei pensando sobre bavarias coisas..

uma delas é a minha fé.

esse ano umas 3 pessoas me perguntaram se sou ateu, caramba eu tenho cara disso? rsr

10750315_942801139080737_540785269347024076_o

a verdade é que, confesso, leio sobre religião, ateísmo e outras questões..

minhas redes sociais também não são santas, porque não devo responder à determinadas amarras sociais.. enfim

mas sim, cara pálida, eu acredito em deus, um deus cristão, segundo a doutrina católica.

Outra coisa, e apenas pra finalizar, constato que me acostumei em dar aulas, por estes altos salários e variados elogios!

10805567_813641955391022_5691042550588365241_n

Anúncios

racismo visto por um branco, mundo das aparências e o novo cpc

10177444_633550066764088_4129869347211450487_n
põe orde

 

oi,

 

aqui quem vos fala é….?

 

tcharam! eu.

 

então, o novo cpc não adotará expressamente as chamadas “condições da ação”.

 

ta aí uma constatação que mudou minha vida, a sua não?

 

sim mudou, porque só quem manja dos paranaue, só quem fez faculdade de direito, vai entender o porque isso é relevante.

 

o fato é que a nova codificação romperá com concepções doutrinárias, focando exatamente no efeito prático dos atos processuais e os delineando.

 

tá, ótimo assunto pra uma madruga né?

 

segue o link do professor medina, que trata de maneira confortável sobre a temática: http://www.conjur.com.br/2014-ago-25/cpc-nao-adotar-conceito-condicoes-acao

 

bom,

 

10616228_633550403430721_6503726326803407632_n

 

depois dessa brevíssima consideração legalista, gostaria eu de tratar de 2 temas que vira e mexe me aparecem: o racismo (contra preto, óbvio) e a sociedade de aparências na qual vivemos – aliás, por ela, deveria eu retirar o “preto” dali.

 

 

eu tava assistindo o jogo do glorioso peixão, quando o aranha goleiro – que é calmo pra cacete – revoltou com algo e os caras da sportv nem sacaram.

 

ele pediu pro cara da camera virar ela do campo rumo aos caras que imitavam um macaco e o cara NAO VIROU A PORRA DA CAMERA affu.

 

bom, em resumo: no final do jogo ele disse “isso dói, dói”. e realmente doeu em mim. cara doeu! como assim? sou branco mas eu fiquei muuuito pra baixo com tudo isso.

 

não vou comentar a questão da patrícia, muito menos a pena de expulsão do grêmio do campeonato. porquê quem conversar comigo sobre o assunto saberá, se já não souber, qual minha opinião.

 

mas o fato é: um branco, realmente quase chorando, por uma causa de negro? sim, é possível.

 

10427256_692532747490259_4478696837572758433_n

 

pra finalizar e não encher o saco: mundo das aparências. eu sei que voltemeia eu falo disso aqui. falo memu!

 

eu não posso dizer que não obedeço ao que a sociedade humana me pede, é necessário. eu sim posso agir pelo que geral quer ou acha conveniente, afinal caso contrário seria difícil a convivência entre nós.

 

mas alto la! eu tenho minha forte dose de loucura, suficiente para não respeitar grande parte desses padrões.

 

não respeitar em certas escolhas, em agir como quer e não como “deveria ser para não ser feio, deselegante ou condizente com o seu status social”. meu amigo, o status é meu! eu soco ele na gaveta que eu quiser!

 

espero ter ajudado a você, meu querido diário e meu amigo imaginário, a desvendar os mistérios desses três assuntos da videoaula de hoje. e até o próximo “como passar em concurso!”.

 

AHAUHAUHAUHE

 

a vida como ela é (um post nada profético)

 

 

 

oi

 

hoje parei pra escrever, alguma coisa assim sobre vc, e de repente me deixei levar, pela emoção de poder lhe falar….. (rick e rener, filha)..

 

hoje parei pra escrever sobre alguns fatos da vida, escrever sobre esta última.

 

talvez eu seja muito a toa, resolvendo escrever pras paredes aqui. mas eu acredito que até os maiores talentos humanos foram expressados por acaso, sem noção do que se continha…

 

hoje foi dia dos pais e eu passei longe. passei por que quis, provável que me arrependa depois.

 

gosto muito da minha família, gosto muito da larissa.

 

mas, mesmo aqueles que nos amam, eles nos cobrarão. é do instinto humano querer, ao menos, gratidão.

 

gratidão???

 

é, meu caro..

 

as relações humanas, mesmo aquelas mais carinhosa e com ternura, são fundadas no sentimento de “amar e ser recompensado com outro amor, pelo menos”…

 

pois eu proponho um sentimento de jesus cristo: a compaixão.

 

ter compaixão do outro é sentir sua dor, como se estivesse doendo em nós.

 

não é solucionar a dor, mas ser mais um na mesma situação…

 

mencionei no post, logo ali acima, as pessoas que gosto, que amo. apenas fiz isto pra ilustrar.

 

coloque no nome delas, suposto leitor, as pessoas que VC AMA, se é que existam…

nem tudo o que vc ACHA que precisa…

…é o que realmente deve ser feito.

 

não é porquê vc não falaria aquilo, que vc tem que tapar a boca de quem diz algo ruim.

não é porquê vc não se mistura, que vc vai deixar o ser humano mais pobre se divertir numa festa.

não é porquê vc não está com seus amigos, que tu vai deixar de tentar se divertir com outras pessoas, de falar com elas.

 

amai-vos uns aos outros

acreditar em deus não é difícil

olá,

quis escrever rapidinho sobre uma conversa que tive com o Rios, colega da gracy.

falamos que todo ser humano tem o “livre arbítrio” e que não podemos tratar nossa religião como superstição ou como base de troca.

e de fato: quando algo mágico acontece na vida da gente, quando aquela angústia é aliviada simplesmente do nada, quando aquele problema é solucionado de forma estranhamente repentina: deus está ali.

não sou lá um exemplo de religioso, tampouco sou de falar muito sobre isso. mas acreditar em deus é fácil como é fácil caminhar num campo de flores e ver o verde reluzente ao sol.

pois que sejamos felizes todos juntos neste mundo, pois deus atua quando necessário da forma que mantenha a harmonia entre todos os seres.

melhor eu ir dormir… haha